Um site sobre filmes, livros e obras de Terror

Rabid – Enraivecida na Fúria do Sexo ( 1977 )

 

 

Ano: 1977

 

Direção: David Cronenberg

 

Elenco: Marilyn Chambers, Frank Moore, Joe Silver

 

 

 

Loira, olhos azulados, bonita, corpo comum sem exageros voluptuosos, jovem e com cara de garota comum e acessível no melhor estilo “Girl Next Door” americano. Dona de todas estas características, Marilyn Chambers mudou a história do cinema pornô ao fazer cenas de sexo explícito no imortalizado “Atrás da Porta Verde” em 1972. Após virar uma estrela mundial, os produtores de Rabid viram na história do filme um potencial para Marilyn, fazendo o diretor canadense David Cronenberg testá-la no papel.

Lançado no Brasil com o subtítulo caça-níquel de Enraivecida na Fúria do Sexo, com o claro intuito comercial de lucrar em cima da fama dela vinda pelo gênero pornô, Rabid é um ótimo filme de baixo orçamento mas que já evidenciava o potencial de Cronenberg.

Tradicional na filmografia dele, a relação de horror entre a pessoa X modificações corporais acontece aqui quando uma cirurgia plástica experimental resulta em um desastre. Este tema voltaria em outros clássicos do diretor como A Mosca, por exemplo.

Rose, a personagem principal vivida por Marilyn, sofre um grave acidente de moto. Resgatada pela ambulância de uma clínica particular, o médico avalia que não daria tempo de levá-la até o hospital mais próximo. O doutor decide então arriscar na própria clínica, onde ela é submetida a um implante experimental. Rose resiste ao acidente, mas volta com uma estranha sede de sangue. Enquanto vai descobrindo o que está acontecendo com o próprio corpo, que já não consegue mais digerir alimentos comuns, Rose vai infectando outras pessoas que espalham a doença pela cidade. O governo acredita ser um surto de raiva e o controle diante do pânico é encurralar a população, nem que para isso seja preciso matar pessoas e despejá-las em caminhões de lixo.

Diante do caos instaurado, Cronenberg mescla o horror que vai desde as relações pequenas e pessoais como também na paranoia entre forças militares e população.

Como em todos os filmes de Cronenberg, há sempre um pano de fundo questionador social. Apesar de ter sido lançado em 1977, Rabid é um filme bastante atual ao encontrar eco em uma sociedade vaidosa e capaz de fazer mudanças assustadoras no próprio corpo em busca de satisfação pessoal, dinheiro e fama. Talvez, daqui algumas décadas, Rabid seja ainda mais atual….e potencialmente mais assustador.

NOTA DO EDITOR: 8,0

 

CENAS MEMORÁVEIS: ( Podem conter spoiler )

  • Não é sempre que vemos um dedo sendo cortado por uma tesoura cirúrgica.

           

 

TRAILER:

OBSERVAÇÃO: Este site NÃO disponibiliza filmes, livros e nem jogos para download.
Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato através do email: contato@adoroterror.com.br

 

Facebook – https://www.facebook.com/adoroterror.com.br

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCkiipYAfmJjszD3SvB7ZlBg

Compartilhe:
Facebook Twitter Email Pinterest Tumblr

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *