Um site sobre filmes, livros e obras de Terror

Incubus ( 1966 )

Incubus_1965

 

 

Ano: 1966

 

Direção: Leslie Stevens

 

Elenco: William Shatner, Allyson Ames, Eloise Hardt

 

 

 

Aclamado popularmente como o filme mais amaldiçoado de todos os tempos, Incubus é uma produção americana que lida com personagens satânicos e, quis o destino, fosse cercada por acontecimentos macabros.

Com uma fotografia que parece saída de um filme do Ingmar Bergman, é fácil comparar Incubus com o Sétimo Selo, já que o filme retrata figuras míticas como seres reais que andam sobre a Terra.

A história gira em torno de Kia, uma succubus ( personagem feminino que seduz os homens ) encarregada de trazer almas ruins para o demônio. Cansada de lidar com seres desprezíveis, ela resolve seduzir um homem puro e honesto, no caso, um rapaz chamado Marc. Avisada pela outra succubus Amael de que seduzir uma pessoa boa pode contaminá-la com algo chamado Amor, a desobediente Kia resolve arriscar e se apaixona por Marc. Após alguns desdobramentos, a succubus se vê obrigada a despertar um Incubus ( personagem masculino que seduz as mulheres ) para atrair a irmã de Marc para uma armadilha e resolver o impasse.

Estrelado por William Shatner, que ficou eternizado como o Capitão Kirk, comandante da Enterprise do seriado televisivo Jornada nas Estrelas, o filme é todo falado em Esperanto, uma língua criada para ser universal, mas cuja idéia nunca vingou.

O filme tem, realmente, uma atmosfera pesada graças ao tema que ele trata. Com belas imagens e enquadramentos que usam de forma magistral a relação luz e sombra ( bem x mal ? ), há muitos simbolismos e signos representados na narração. Incubus passeia pelo tema bruxaria, inclusive, com uma cena que lembra bastante o recente filme A Bruxa. Claro, a simbologia em torno de seres demoníacos é a mesma há milênios, mas é interessante ver o diálogo possível de ser feito entre estes dois filmes.

Além das várias lendas difíceis de comprovar, algumas histórias infelizmente em torno do filme são verdadeiras:

– Ann Atmar, a atriz que vive a irmã de Marc no filme, cometeu suicídio em 1966, aos 27 anos.

– O ator Milos Milos, que vive o Incubus, assassinou a ex-esposa do ator Mickey Rooney e na sequência cometeu suicídio.

– A atriz Eloise Hardt, que vive a succubus Amael, teve a filha de 17 anos sequestrada e assassinada, 2 anos após o lançamento do filme.

– A esposa de William Shatner morreu afogada em uma piscina.

Após o lançamento do filme, por um acidente laboratorial, todas as cópias foram destruídas e o filme foi considerado perdido. Décadas depois, uma cópia foi encontrada na Cinemateca Francesa em Paris, restaurada, e então o filme foi resgatado.

Inegável que o filme, até mesmo pela mística dele, é recomendado para os fãs de terror. Pesada e transgressora, é uma obra que levanta discussões e questionamentos. Presença obrigatória nas listas de filmes mais interessantes, ou até mesmo obscuros, do gênero.

NOTA DO EDITOR: 8,5

 

CENAS MEMORÁVEIS: ( Podem conter spoiler )

  • A cena com o bode é puro A Bruxa.

Incubus_1 Incubus_2 Incubus_3 Incubus_4 Incubus_5 Incubus_6 Incubus_7           Incubus_8

 

TRAILER:

OBSERVAÇÃO: Este site NÃO disponibiliza filmes, livros e nem jogos para download.
Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato através do email: contato@adoroterror.com.br

 

Facebook – https://www.facebook.com/adoroterror.com.br

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCkiipYAfmJjszD3SvB7ZlBg

Compartilhe:
Facebook Twitter Email Pinterest Tumblr

2 Comments

  • Posted 30 de setembro de 2016 at 21:30 | Permalink

    Faz um bom tempo que estou procurando este filme, ainda não encontrei pra baixar, se alguém souber eu agradeço.

    • Fernando
      Posted 6 de outubro de 2016 at 10:02 | Permalink

      Oi Fabiana,
      Dá uma passada no site scary.com.br. Lá com certeza eles tem este filme.
      Obrigado pela visita!

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *