Um site sobre filmes, livros e obras de Terror

Defekt

 

 

Ano: 1977

 

Direção: Lajos Fazekas

 

Elenco: Katalin Gyongyossy, Laszlo Markus, Andras Kern

 

 

 

Defekt é um filme raro, difícil de achar e que não tem nem trailer.

A grande curiosidade em torno dele é ser considerado o único filme de terror feito na Húngria durante o regime socialista, mais precisamente em 1977. Esta informação não foi checada por profundidade pelo editor do Adoro Terror, mas tudo indica que é verdadeira.

Com uma fotografia preto & branca que usa de forma inteligente sombras, pessoas contra a luz e contrastes, o filme é notavelmente influenciado por Psicose.

Um investigador descobre que 3 mulheres sumiram em feriados distintos enquanto viajavam. Traçando as rotas, ele nota que os trajetos delas parecem ter um ponto em comum. Com a proximidade de um novo feriado, ele decide preparar uma armadilha caso de fato haja um serial killer na região.

Quando chega o feriado, uma garota viajando sozinha, a noite na chuva, sofre um acidente próximo do local. Ela resolve pedir ajuda em uma casa próxima dali. Claro, o proprietário é um sujeito muito estranho que tem o hábito de empalhar animais e diz que tem uma esposa doente dormindo no quarto ao lado, coisa que fica um bom tempo em aberto para constatarmos se é verdade ou mentira.

Apesar de ter uma duração muito curta, com menos de 1 hora e dez minutos, o filme é cansativo e fica devendo em história, mostrando um enredo raso e sem maiores desdobramentos. O final até tem uma certa surpresa e modernidade, mas não passa muito disso.

A trilha sonora é excessivamente repetitiva, os poucos acordes, apesar de bons para criar um clima, são usados de forma que chega a enjoar.

Os pontos positivos ficam por conta do clima do filme, que tem uma certa crueza na forma de filmar deixando tudo um pouco mais realista. Os ambientes fotografados com muita sombra também ajudam a criar uma atmosfera de suspense e terror. Inegável que há uma certa ousadia, já que o filme foi feito sob o regime comunista, como a interessante cena da atriz principal nua, da cintura para cima, lutando com ferocidade para sobreviver a um ataque.

Ainda que o filme não seja uma obra-prima, é uma preciosidade e, acima de tudo, um documento histórico deste gênero tão vasto: o Terror.

NOTA DO EDITOR: 6,5

 

CENAS MEMORÁVEIS: ( Podem conter spoiler )

  • Não há

 

           

OBS – Não há trailer para este filme

 

OBSERVAÇÃO: Este site NÃO disponibiliza filmes, livros e nem jogos para download.
Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato através do email: contato@adoroterror.com.br

 

Facebook – https://www.facebook.com/adoroterror.com.br

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCkiipYAfmJjszD3SvB7ZlBg

Compartilhe:
Facebook Twitter Email Pinterest Tumblr

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *